PROFFORMA

REVISTA ONLINE DO CENTRO DE FORMAÇÃO
DE PROFESSORES DO NORDESTE ALENTEJANO

 

 

 

 

 

N.22

www.cefopna.edu.pt/revista
...

Às vezes, demasiadas vezes talvez, o Tempo baralha os tempos, confunde as urgências, troca as prioridades e, sem que se perceba bem como nem porquê, esbarramos com realidades que não identificamos como nossas. Às vezes, também, definimos tão bem, tão cuidadosamente, as nossas prioridades que não reparamos que o Tempo nos ultrapassa na sua vertiginosa velocidade (às vezes, crueldade). Às vezes… há anáforas na vida da gente que, sem trazerem melodia à existência, nos obrigam a ritmos claramente absorventes.Tem sido assim com a PROFFORMA. Ou seja porque as urgências acontecem, ou seja porque o Tempo acelera, ou seja por coisa nenhuma, não conseguimos acertar o ritmo das publicações e, quando olhamos o calendário, vem o susto do tempo que passou…

                          

In EDITORIAL PROFORMA, nº 22, Luísa Moreira

Entrevista

É importante procurar diferentes abordagens e reflexões sobre Educação! Desta vez a PROFFORMA propôs ao Professor Doutor David Justino responder ao desafio das nossas questões. Desafio que enfrentou com toda a frontalidade e autoridade de quem sabe bem do que fala e para onde quer ir. Temas como a flexibilidade curricular, a formação de professores e outros da actualidade educativa, são analisados com desassombro e numa perspectiva diversa: “Independentemente de querermos alterar o paradigma educativo – quem somos nós para nos apropriarmos do direito de o fazer? – a formação contínua de professores terá de ser orientada para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem. Tudo o que possa constituir adquiridos teóricos e metodológicos devidamente validados poderá contribuir para, através da formação de professores, qualificar não só a maneira como se ensina, mas, mais importante, a maneira como se faz aprender. Para isso é urgente identificar com rigor as necessidades de formação.”

 

Educar Sempre

Cinema, didática e educação para o espaço, de Miguel Castro: uma abordagem ao Cinema em Educação. Um tema diferente, talvez adequado à época, mas sempre com a pertinência que o Miguel sabe colocar nos artigos com que nos presenteia;

Plataforma de Apoio à Promoção do Sucesso Escolar – Ecossistema Empreendedor nas Comunidades Educativas do Alto Alentejo, o Manuel Belo a dar-nos uma perspectiva da reflexão e do investimento em Educação que as autarquias querem e devem fazer em parceria com as escolas, em particular na região do Alto Alentejo;

a Avaliação externa dos CFAE – um processo iniciado no ano de 2017/2018 com um projecto piloto que abrangeu 5 CFAE em 5 regiões do nosso país, e que a Inspetora  Rosa Micaelo, da IGEC, nos ilustra neste artigo;

um pouco por todo o lado multiplica-se a reflexão sobre a educação que acontece e que se transforma, num processo dinâmico, um pouco por todo o lado onde há escolas, professores e alunos; há realidades organizacionais e pedagógicas que se impõem já a partir do próximo ano lectivo, sobre as quais é preciso começar já a reflectir: A transformação acontece, foi uma reflexão que aconteceu, aqui, em Portalegre, no mês de Maio, e que a Luísa Moreira nos reconta.

 

Crónicas de Aprender

Que escuro vai dentro de nós”, é realmente o que às vezes nos apetece constatar e dizer… e é o que faz para nós o João Matela: “o meu tio aos 89 anos lembrou-se de perguntar por que razão tinha cada vez menos dinheiro no banco. por que razão havia mais gente desempregada. por que razão os espanhóis atravessavam a fronteira para vender cá deste lado o que os do lado de cá não produziam. coisas tão simples que um comentador despacha em cinco minutos no telejornal”.

 

E ainda o imperdível CARTOON! Do Quim Ferreira

 

 

 

Publicação Trimestral do CEFOPNA
Centro de Formação de Professores do Nordeste Alentejano
Junho de 2018